Linha contínua

February 2, 2006

Um esquema muuuuuito manhoso!
Conduzir todos os dias na auto-estrada dá uma perspectiva um pouco diferente daquela que se tem quando se conduz apenas uma vez por outra. Conhece-se a estrada como a palma da mão. Sabemos onde acelerar mais de modo a ganhar balanço para uma subida. Sabemos onde desacelerar devido a uma curva perigosa no fundo de uma descida. Começamos a pensar que conduzimos exemplarmente e que os cromos que fazem determinada manobra são uns verdadeiros toscos, etc. O que não corresponde bem à verdade… lol.

Numa das minhas determinadas viagens diárias pela A11 e a A7, vi-me numa situação em que passamos de 3 faixas para duas. Eu ia na faixa central, a ultrapassar o carro da faixa da direita, quando se deu a supressão da 3ª faixa. Nada de anormal até aí. Nesse preciso momento (quando aparecem as setas no piso a indicarem para mudarem de faixa) aparece um sinal a obrigar as pessoas da faixa mais à direita a cederem passagem ou pararem, caso seja necessário. Mas o cromo que eu vinha a ultrapassar não parou e começou a encostar-se à sua esquerda, ou seja, a mim, de modo a entrar para a minha faixa de rodagem. E com isto ele estava à espera que eu também encostasse à minha esquerda, passando assim para a faixa mais à esquerda e dando-lhe todo o espaço necessário para entrar na minha faixa. E eu até acho lógica a este movimento. O problema é que precisamente quando se inicia a supressão da faixa da direita, passa a haver uma linha contínua entra a faixa central e a faixa da esquerda, impossibilitando assim a quem vai na faixa do meio (que neste caso era eu) a passar à faixa mais à esquerda de modo a que quem vá na faixa mais à direita, que está a ser suprimida, possa passar para a faixa central. E aqui reside a minha dúvida: terá mais lógica obrigar um carro parar em plena auto-estrada por não poder passar da sua faixa suprimida para a faixa à sua esquerda devido a uma linha contínua que impossibilita um carro que viesse na faixa central passar para a faixa mais à esquerda, ou terá mais lógica não existir essa linha contínua, possibilitando o “desentupimento” da faixa central, de modo a que os carros da faixa suprimida possam passar para a faixa central?

Não percebo de facto a existência desta linha contínua. Penso que não terá muita lógica. Ou então tem e eu é que não consigo ver qual é. E não estou a ser ou tentar ser irónico.

Advertisements

3 Responses to “Linha contínua”

  1. JAE Says:

    Concordo, o traço devia ser descontinuo mas com traços mais curtos e próximos para distinguir da zona de rodagem sem faixas suprimidas.
    E penso tb que deviamos dar prioridade à esquerda, como nas rotundas. Era mt mais eficaz (p ex. o triangulo invertido na imagem n seria necessário para o mesmo efeito).

  2. Cátia Says:

    Sem dúvida a 2º opção! não faz sentido nenhum essa linha contínua!

  3. Axpegix Says:

    As nossas estradas estão cheias de armadilhas… então algumas faixas de aceleração parecem anedota… enfim…


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: