Uma festa de anos. Um feriado. Uma visita de um Primo meu de Inglaterra a Braga. Uma jantarada. Um casamento de um outro Primo meu no fim de semana.

It’s hard to get better than this. Só mesmo férias. Ou Enterro da Gata… lol

H5N99

February 26, 2006

Afinal havia mesmo gripe das aves pelos lados da luz. Estava numa das balizas, com o número 99 nas costas. Um autêntico frango.

Agora falando mais a sério, é de louvar o facto do Vítor Baía ter assumido por completo as responsabilidades no lance.

Ou pelo menos era.

É hoje à noite. Noite de Carnaval.

Já não há 22. Também não havia o Jogral há uns tempos para cá, mas eis que re-abre este fim de semana.

Haverão mascarados?

Estará a Kayenne pronta para atingir o nível a que o 22 nos tinha habituado? I think not.

Seja como for, também não me interessa. Não vou lá estar.

Frida Kahlo

February 24, 2006

Tendo em conta que hoje começa uma grande exposição no C.C.B. de Frida Kahlo, A Tela desta semana é dedicada precisamente à pintora Mexicana.

Pessoalmente, tenho imensa pena de não poder ir visitar esta exposição (consequências da centralização constante a que a maioria do país está sujeito), mas tendo em conta a qualidade da pintora, assim como o facto de esta ser a maior e mais completa exposição sobre Frida Kahlo realizada nas últimas décadas, recomendo a quem viva pela zona de Lisboa a visitar esta exposição.

Quote

February 23, 2006

“A vida separa-nos com a sua acidentalidade à primeira vista casual, e, quando um dia abanamos a cabeça como se a acordar de um devaneio, os nossos amigos tornaram-se estranhos e não podem ser recuperados.”

in Fúria de Salman Rushdie.

A amizade é um dos sentimentos que mais aprecio e cultivo. Por vezes sou um agarrado no que a ela concerne. Não consigo viver sem ela.
Durante a vida vamos cultivando-a com aqueles que nos são mais próximos. Pessoas vão entrando e saíndo na nossa vida, tal qual a amizade, de um modo directamente proporcional. É algo natural. É algo que a vida nos proporciona.
Ao longo dessa vida vamos mantendo grandes amizades com pessoas que nos são muito especiais. Passamos momentos inesquecíveis com essas pessoas. Partilhamos alegrias, tristezas, frustrações, surpresas… Partilhamos intimidade, abrindo-nos a esses nossos amigos. Somos como familiares, não ligados por sangue, mas ligados pela partilha e co-vivência de sentimentos. E então pergunto, como é possível que uma pessoa com quem tenhámos vivido com tanta intensidade e intimidade uma amizade, passe a ser um vazio na nossa vida? Como é que alguém em que no momento da amizade julgamos tão importantes na nossa vida, deixa de fazer parte dela no futuro?
Nunca tiveram a certeza de que uma determinada pessoa iria ter um papel fundamental e sempre presente no resto da nossa vida, para um dia abanarmos a cabeça como se a acordar de um devaneio, esse nosso amigo tornar-se estranho e não poder ser recuperado?

Do fundo do Baú

February 22, 2006

Puto Diogo Simões&Me in Vila Nova de Mil-Fontes, Agosto de 1999. Hás-de ser sempre o nosso puto, puto ;)


Lá vou eu ter que escrever mais um e-mail ao Mr. Andy Gray da Sky Sports… (e vou mesmo).

Edit: Cá vai o novo e-mail:

Dear Mr. Andy Gray.

I last e-mailed you some months ago, after Benifca eliminated Man Utd from European Competitions and after you wrote some disgracing and disrespectful comments about their team on your Sky Sports Column.

Well, I just wanted to say that history still shows that you are completely wrong, after Benfica beat the European Champions (Liverpool) tonight at the Stadium of Light (the original Stadium of Light. Not the copy-cat Sunderland Stadium).

I must refer, once again, that Benfica beat a 100% Liverpool squad (including Gerrard). I must question you once again, though… A team that beats both Man Utd and Liverpool in one whole season is not even good enough to stay in the Premierleague…?!

Once again, I am looking forward to what you have to say about this (even if Benfica are eventually eliminated by Liverpool, don’t you still think your comments were disrespectful?).

Best regards, Ric Jo.

Mais uma vez, caso obtenha resposta, irei publicá-la aqui (isto trata-se de um caso de falta de respeito por Portugal – ver o e-mail original que enviei no link existente neste post – e não um caso de Benfiquismo).